agosto 24, 2016

Dizeres

Desliza tua mão sobre meu corpo, 
mesmo que seja no sonho que temos sempre que acordados, beija-me assim enquanto durar o tempo de estar longe de você.

Abraça-me como se não houvesse saudade todos os dias.
Abraça-me dizendo baixinho como se o mundo não fosse apenas nós dois, 
que me ama e que vai me esperar
Até sempre se preciso for.

Promete que viveremos tudo ainda que ainda nos falta.
Promete, 
eu acredito 
e esta ausência tua, serà mais facil de ser suportada por este coração que só pulsa por teu existir.


Alba N.

Nenhum comentário: