junho 12, 2009

rabisco de hoje, 12/06/2009


e o que faria eu
daquela tristeza toda que resignava-se em meu olhar
quando eu era sem ti?

tornaria amargo cada minuto que seria hora, que seria dia, que seria mês
e converteria em anos que mastigaria sem gosto diante do espelho
onde já nem mais me perguntaria onde estava
aquela que costuma ver através das vidraças dos meu óculos, e que me sorria
assim quase alegre,
ainda que fosse de algodão esta alegria que se dispersava
em tardes que nem dormia de tão quentes.

mas chegaste.
e um girassol girou meu mundo.
pelo avesso eu me vi, e era bom isso!
refiz o sorriso já largado na esquina sem movimento daquelas horas que seriam danças
de silêncio redivivo
vesti uma blusa colorida
sonhei em par, e da mais alta nuvem que podia chegar o meu sonho
pulei direto na tua vida,
no teu coração
neste nosso existir de cada dia mais feliz que o que se foi
ontem, e antes e antes...


albanegromonte

2 comentários:

Djabal disse...

Achei magnífica a imagem do girassol, da blusa colorida e da nuvem. Deu um colorido todo especial, fez da palavra descrevendo a imagem, algo real e palpável, mesmo sendo uma nuvem lá em cima. Beijos.

Lady Cronopio disse...

!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
Você, sempre você.
Grata.
Beijos